Anterior Próximo Sumário Fale conosco! OpenBASE! o Banco de Dados inteligente!

Declaração dos Arquivos de Dados

Sintaxe

[RELACOES:]

[ESQUEMA = [<percurso_bd_origem>]<nome_bd_origem>...

<codigo_de_seguranca_bd_origem>...

[<palavra_de_nivel_bd_origem>]]...

Descrição

Declaração dos arquivos de Dados.

Opcionalmente, para documentar o início das declarações dos arquivos de dados, utiliza-se a declaração da palavra RELAÇÕES seguida de dois pontos (:).

NOME: Marca o início da declaração de cada arquivo de dados.

<percurso> Especifica o percurso onde será criado o arquivo de dados. Em caso de omissão, será assumido o mesmo percurso utilizado para o dicionário de dados.

<nome_arquivo> Especifica o nome do arquivo de dados e consiste de uma cadeia com a té 10 caracteres com as seguintes restrições:

No MS-DOS, <nome_arquivo> não pode ultrapassar 8 caracteres.

<tipo_arquivo>

Especifica o tipo do arquivo de dados. E designado por uma letra.

    Tipos Básicos do MER: E e R

        E —> Entidade

        R —> Relacionamento

    Referências Externas aos tipos básicos: T e C

        T —> Tabela

        C —> Consulta

    Tipos documentacionais: A, L e F

        A —> Entidade Associativa

        L —> Entidade de Ligação

        F —> Entidade Fraca

Arquivos do tipo Tabela

Arquivos Tabela se referem a arquivos do tipo Entidade pertencentes a outros Banco de Dados e arquivos do tipo Consulta, se referem a arquivos Relacionamentos pertencentes a outros Banco de Dados.

Arquivos tipo T ou C

Arquivos tipo T ou C também podem participar de sub-esquemas. A definição de um arquivo tipo T ou C deve contemplar todos os itens chaves do arquivo que esta sendo referenciado (E ou R).

Os tipos dos arquivos documentacionais são convertidos pelo DEFINE para os tipos básicos. Assim sendo, Entidade Associativa ou Entidade de Ligação e convertida para Entidade, assim como, Entidade Fraca e convertida para Relacionamento.

ESQUEMA =

Esta cláusula só será utilizada no caso de interseção de Banco de Dados, ou seja, se o tipo do arquivo for T (tabela) ou C (consulta).

Em função de um arquivo tipo T ou C se referir a um arquivo de um outro Banco de Dados, esta clausula determina que na compilação do Esquema ou sub-esquema, seja aberto o Banco de Dados, ao qual o arquivo tipo T ou C se refere (BDR), com a finalidade de consistir as estruturas de ambos os arquivos: o que se refere com o que está sendo referenciado.

Assim sendo, todos os itens declarados no arquivo tipo T ou C devem existir no arquivo tipo E ou R que está sendo referenciado no BDR e em conseqüência os tipos e tamanhos dos itens devem ser idênticos.

<percurso_bd_origem> Percurso onde se encontra o dicionário de dados do Banco de Dados ao qual o arquivo pertence efetivamente.

<nome_bd_origem> Nome do dicionário de dados do Banco de Dados ao qual o arquivo pertence efetivamente.

<codigo_de_seguranca_bd_origem> Código de segurança do Banco de Dados ao qual o arquivo pertence efetivamente.

<palavra_de_nivel_bd_origem> Palavra de nível do Banco de Dados ao qual o arquivo pertence efetivamente.

Exemplo

<< BANCO exemplo1 33 ** Banco hipotético ** >>

NOME: arq_dpto E << Entidade Departamentos >>

NOME: arq_func A << Entidade Funcionários>>

<< BANCO exemplo2 44 ** Banco hipotético ** >>

NOME: arq_func T ESQUEMA=exemplo1 33

NOME: arq_proj E << Entidade Projetos >>

NOME: arq_part R << Relacionamento Participação >>

Anterior Próximo Sumário Fale conosco! OpenBASE! o Banco de Dados inteligente!