Anterior Sumário Próximo OpenBASE! O Banco de Dados inteligente. Fale conosco!

Comandos do GERAL

ACEITE

Propósito

Invocar o processador de telas ou retornar de um Procedimento para a tela que o invocou.

Sintaxe

ACEITE <tela> [<opção>]

Descrição

<tela>

Representa o nome do arquivo com a tela a ser executada.

<opção>

Representa a opção que será executada automaticamente na execução de uma tela de manipulação de dados. Pode ser: I,A,E,S e M, para executar respectivamente as opções, Incluir, Alterar, Excluir, Selecionar e Mostrar.

A execução de uma tela consiste na execução de um procedimento interpretado através do GERAL.

Na execução do comando ACEITE, o GERAL lê as informações do arquivo tela e interpreta as tarefas determinadas. Existem dois tipos de tela tarefa:

Tela de opções:

Uma tela de opções determina um menu para escolha e execução de tarefas variadas.

Tela de manipulação de dados:

Uma tela de manipulação de dados determina a execução de um procedimento de atualização e seleção de registros de um arquivo.

Para definição de telas usa-se um editor de textos e a meta-linguagem de definição de telas descrita a seguir:

A sintaxe da vigésima primeira linha depende do tipo da tela. A seguir temos a sintaxe para uma tela de opções e para uma tela de manipulação de dados:

Sintaxe da tela de opções

#<opção> (<tipo>) | [(<inibe>)]

onde:

#

determina que a tela é uma tela de opções.

<opção>

representa uma opção da tela de opções. Pode ser o nome de um programa invocado a partir do sistema operacional, nome de um procedimento do GERAL ou nome de uma tela. Para cada <opção> deve existir um caractere "_" (sublinhado) na tela, determinando o ponto do menu para escolha.

<tipo>

representa o tipo da opção a executar. Se <opção> for um procedimento GERAL, <tipo> é P. Se <opção> for um programa, <tipo> é X. Caso não se especifique <tipo>o GERAL assume que <opção> é uma tela para executar.

<inibe>

representa opções de uma tela de manipulação de dados que não estarão disponíveis na execução da tela. A cláusula <inibe> pode ser: I, A, E, S e M, para inibir respectivamente as opções, Incluir, Alterar, Excluir, Selecionar e Mostrar. Se mais de uma opção for inibida, estas devem ser separadas por uma vírgula.

Sintaxe da tela de manipulação de dados

<arquivo> {* | <item1> [[<parte>] <item2>...] [(<controle>)] .....}

onde:

<arquivo>

representa o nome do arquivo a ser atualizado, determinando que a tela é uma tela de manipulação de dados.

*

determina que na tela serão tratados todos os itens do arquivo <arquivo> e esses itens estão dispostos na tela na mesma ordem em que foram definidos no banco de dados.

<item1>

representa um item do arquivo <arquivo> ou item de arquivo direta e indiretamente relacionado a <arquivo>.O primeiro item da lista deve pertencer a <arquivo>. Para cada <item> deve existir um literal composto de caracteres "_" determinando seu tamanho, que pode ser menor que o definido no banco de dados.

<parte>

representa uma lista de itens que compõem <item1>,quando <item1> for chave composta. Permite a descrição de itens componentes, em uma tela, sem perder o benefício de leitura direta por item chave.

<item2>

Representa os itens componentes na ordem em que serão apresentados na tela.

<controle>

representa uma opção para o tratamento de <item>. Pode ser:

  • C: determina consistência de datas se <item> é numérico de 6 algarismos, crítica de CPF se <item> é numérico de 11 algarismos ou CGC se <item> é numérico de 14 algarismos.
  • G: determina que o valor do item será gerado automaticamente com caracteres 9.
  • I: determina que o valor do item será gerado automaticamente com caracteres 0 para item tipo numérico ou " " (brancos) para item tipo universal.
  • O: determina que o item será utilizado para ordenar uma seleção de registros.

Figura 1 - Arquivo de tela de opções:

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Hora: XX:XX:XX | MENU PRINCIPAL DO CADASTRO DA EMPRESA Data: XX/XX/XX|
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
1_ Clientes
2_ Funcionários
3_ Dependentes
4_ Relatório de Nota Fiscal
5_ Edição
6_ SHELL
Para abandonar digite {ESC} + {ESC}
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
GERAL|EXEMPLO DO CADASTRO|ELABORADO EM 22/06/1992 Tecnocoop Sistemas
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
# cli.t fun.t(i) dep.t relnf.r(p) vi(x) sh(x)

Este recurso do GERAL é utilizado para exemplificar sistemas, pois viabiliza a construção de programas a partir da definição de suas telas, acelerando o processo de criação de sistemas e permitindo que pessoas sem muito conhecimento de programação possam desenvolver soluções para os mais diversos problemas.

Uma tela de opções pode executar outra tela de opções. Este encadeamento está limitado em até cinco níveis de chamada e cada tela de opções contém no máximo 127 opções.

Figura 2 - Execução de tela de opções:

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Hora: XX:XX:XX | MENU PRINCIPAL DO CADASTRO DA EMPRESA Data: XX/XX/XX|
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
1_ Clientes
2_ Funcionários
3_ Dependentes
4_ Relatório de Nota Fiscal
5_ Edição
6_ SHELL
Para abandonar digite {ESC} + {ESC}
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
GERAL|EXEMPLO DO CADASTRO|ELABORADO EM 22/06/1992 Tecnocoop Sistemas
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Tecnocoop Sistemas - OpenBASE - MARQUE A OPÇÃO DESEJADA

O comando ACEITE ao executar uma tela de opções apresenta na vigésima terceira linha do vídeo a seguinte mensagem:

Tecnocoop Sistemas - OpenBASE MARQUE A OPÇÃO DESEJADA

O cursor aparecerá na primeira opção da tela, definida pelo caractere "_" (sublinha). O usuário, para navegar pelo menu, utiliza as teclas {SPC} e {SPB}. Para confirmar a escolha, basta pressionar a tecla {ENTER} quando o cursor estiver sobre a opção desejada. Para cancelar uma tela de opções basta pressionar a tecla {ESC} duas vezes consecutivas.

Após a escolha da opção, o GERAL executa a tarefa definida na tela de opções e retorna a tela de opções ao término da tarefa.

Figura 3 - Arquivo de tela de manipulação de arquivo:

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Hora: XX:XX:XX | MENU PRINCIPAL DO CADASTRO DA EMPRESA Data: XX/XX/XX|
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Matricula do Funcionário [ __________ ]
Nome do Funcionário [ ______________________________ ]
Data de Nascimento [ ___________ ]
Para abandonar digite {ESC} + {ESC}
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
GERAL|EXEMPLO DO CADASTRO|ELABORADO EM 22/06/1992 Tecnocoop Sistemas
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
tab_func id0_func nom_unc dat_func(C)

O comando ACEITE ao executar uma tela de manipulação de dados apresenta na vigésima terceira linha do vídeo, o seguinte menu de tarefas para manipulação dos dados do arquivo.

Tecnocoop Sistemas---------------------------------------------------OpenBASE

[I]INCLUIR [A]LTERAR [E]XCLUIR [S]ELECIONAR [M]OSTRAR

O cursor ficará posicionado após a última opção, bastando que o usuário digite uma das letras entre colchetes para ativar a respectiva tarefa ou pressione a tecla {ESC} duas vezes consecutiva para cancelar a execução da tela corrente, devolvendo a execução a tarefa que invocou a tela.

Este menu tem 5 opções caso o usuário, na execução da tela, não especifique nenhuma inibição de opção. Caso seja especificado alguma inibição, somente serão exibidas e aceitas as opções não especificadas.

Figura 4 - Execução da tela de manipulação:

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Hora: XX:XX:XX | MENU PRINCIPAL DO CADASTRO DA EMPRESA Data: XX/XX/XX|
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Matricula do Funcionário [ __________ ]
Nome do Funcionário [ ______________________________ ]
Data de Nascimento [ ___________ ]
Para abandonar digite {ESC} + {ESC}
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
GERAL|EXEMPLO DO CADASTRO|ELABORADO EM 22/06/1992 | Tecnocoop Sistemas
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Tecnocoop Sistemas---------------------------------------------------OpenBASE
[I]INCLUIR [A]LTERAR [E]XCLUIR [S]ELECIONAR [M]OSTRAR

Manipulando Dados

Telas de manipulação de dados podem ser definidas de duas maneiras: exibindo um registro por página (modelo fichário) ou exibindo vários registros por página (modelo tabela).Neste último, a quantidade de campos que participam da tela deve ser múltipla da quantidade de itens definidos a partir da vigésima primeira linha.

Itens de outros arquivos podem participar de uma tela de manipulação de dados, desde que o item referenciado pertença a um arquivo relacionado ao arquivo definido na tela.

Ao executar uma tela de manipulação, é exibido um menu que o usuário responde com a primeira letra da opção desejada que corresponde a letra entre colchetes.

A opção SELECIONE deve ser utilizada antes da tentativas de alteração e exclusão de registros, pois as opções ALTERAR e EXCLUIR, atuam somente sobre um determinado conjunto de registros.

Caso o usuário escolha uma destas opções, sem antes determinar o universo de atuação, a seguinte mensagem será exibida na linha 23:

nenhum registro selecionado, continua?

O Geral aguarda que o usuário digite uma tecla para voltar a apresentar o menu de manipulação.

Inclusão de registros

Quando o usuário pressionar a tecla {I}, o GERAL executará a opção de inclusão do comando ACEITE.

Neste caso o cursor será posicionado no primeiro dígito do primeiro campo de digitação da tela e o usuário poderá digitar valores para cada campo.

Caso o usuário não atribua valor a um determinado campo, este receberá o valor DEFAULT para seu tipo, exceto itens chave.

Itens chave são de digitação obrigatória. Caso contrário, será exibida a seguinte mensagem na linha 23:

item chave em branco, continua?

Se o usuário pressionar {ENTER} ou digitar {S} e depois {ENTER}, o controle retornará para o modo de inclusão. Caso contrário, a inclusão do registro será ignorada e o controle voltará para o menu de opções.

Após a digitação do último campo da tela será exibida a seguinte mensagem na linha 23:

confirma ?

Se o usuário pressionar {ENTER} ou digitar {S} e depois {ENTER}, a inclusão será efetivada e o controle retornará para a inclusão do próximo registro. Caso contrário, a inclusão do registro será ignorada.

Alteração de registros

Quando o usuário pressionar a tecla {A}, o GERAL executará a opção de alteração do comando ACEITE.

Os registros selecionados são exibidos um após o outro.

Neste caso, o cursor será posicionado no primeiro dígito do primeiro campo de digitação da tela e o usuário poderá digitar valores para cada campo, exceto para chave primária.

Caso o usuário não atribua valor a um determinado campo, este receberá o valor DEFAULT para seu tipo, exceto itens chave.

Itens chave são de digitação obrigatória, caso contrário, será exibida a seguinte mensagem na linha 23:

item chave em branco, continua?

Se o usuário pressionar {ENTER} ou digitar {S} e depois {ENTER}, o controle retornará para o modo de alteração. Caso contrário, a alteração do registro será ignorada e o controle voltará para o menu de opções.

Após a digitação do último campo da tela será exibida a seguinte mensagem na linha 23:

confirma ?

Se o usuário pressionar {ENTER} ou digitar {S} e depois {ENTER}, a alteração será efetivada e o controle retornará para a alteração do próximo registro. Caso contrário, a alteração do registro será ignorada.

Exclusão de registros

Quando o usuário pressionar a tecla {E}, o GERAL executará a opção de exclusão do comando ACEITE.

Os registros selecionados são exibidos um após o outro. Após a exibição de um registro, será exibida a seguinte mensagem na linha 23:

confirma ?

Se o usuário pressionar {ENTER} ou digitar {S} e depois {ENTER}, a exclusão será efetivada e o controle retornará para a exclusão do próximo registro. Caso contrário, a exclusão do registro será ignorada e o próximo registro selecionado será exibido.

Exibição de registros

Quando o usuário pressionar a tecla {M}, o GERAL executará a opção de exibição do comando ACEITE.

A opção MOSTRAR é utilizada para verificar alterações e exclusão de registros.

Os registros selecionados são exibidos um após o outro.

Após a exibição de um registro, será exibida a seguinte mensagem na linha 23:

continua?

Se o usuário pressionar {ENTER} ou digitar {S} e depois {ENTER}, o próximo registro selecionado será exibido. Caso contrário, a exibição dos próximos registros será cancelada.

Seleção de registros

Quando o usuário pressionar a tecla {S}, o GERAL executará a opção de seleção do comando ACEITE.

Neste caso o cursor será posicionado no primeiro dígito do primeiro campo de digitação da tela e o usuário poderá digitar valores para cada campo, formando assim, uma expressão lógica para pesquisa e seleção dos registros.

Após a exibição de um registro, será exibida a seguinte mensagem na linha 23:

continua?

Se o usuário pressionar {ENTER} ou digitar {S} e depois {ENTER} controle retornará para o modo de inclusão. Caso contrário, a inclusão do registro será ignorada e o controle voltará para o menu de opções.

Para seleção de registros a expressão lógica é formada com as seguintes características:

Anterior Sumário Próximo OpenBASE! O Banco de Dados inteligente. Fale conosco!