Sumário Próximo OpenBASE! o Banco de Dados inteligente. Fale conosco!

A linguagem OPUS

A linguagem OPUS e o OpenBASE

A linguagem OPUS permite acessar Bancos de Dados OpenBASE assim como seus registro e itens. Bancos de Dados são abertos através do comando DATABASE. O acesso aos arquivos e itens de dados é feito utilizando-se um amplo e completo conjunto de comandos e funções.


Um programa escrito na linguagem OPUS pode utilizar, simultaneamente, um ou mais Bancos de Dados OpenBASE. Em tempo de execução, podem-se mudar os Bancos de Dados utilizados, bastando para isso, alterar os valores das variáveis NAME, SECURITY, LEVEL e MODE, os comandos ou as funções NEWLEVEL() e FOPEN(), entre outras.


As variáveis dos Bancos de Dados OpenBASE utilizadas em programas OPUS são tratadas como variáveis de memória, correspondendo ao seu tipo definido no esquema do Banco de Dados.


A OPUS permite JOINS automáticos sem necessidade de uma leitura adicional de arquivos de Bancos de Dados, bastando declarar o nome dos itens que se pretende ler. Se o arquivo selecionado tiver ligação, a OPUS permite a leitura destes itens, retornando os seus valores, mesmo que a ligação não seja direta. Isto só é possível para relacionamentos de N para 1.


Sumário Próximo OpenBASE! o Banco de Dados inteligente. Fale conosco!