Anterior Sumário Próximo OpenBASE! o Banco de Dados inteligente. Fale conosco!

$LIBRARY

Propósito

Determinar as bibliotecas de objetos que o sistema utilizará.

Sintaxe

$ LIBRARY = <nome>

$ LIBRARY = (<nome1>,...,<nomeN>)

Argumentos

<nome>

representa o nome da biblioteca de objetos do usuário.

Utilização

Determina as bibliotecas de usuário que serão utilizadas pelo ligador ou a biblioteca onde os objetos de PROCEDURES e FUNCTIONS serão arquivados.

Quando declarado na fonte de um programa (PROGRAM) determina as bibliotecas para o ligador. Neste caso mais de uma biblioteca pode ser especificada desde que estejam entre parênteses e separadas por "," (vírgula).

Quando declarado na fonte de uma PROCEDURE ou FUNCTION determina a biblioteca onde o objeto gerado será arquivado. Neste caso somente uma biblioteca pode ser especificada.

Exemplo

O exemplo a seguir mostra-nos a utilização do comando $LIBRARY. Veja que a FUNCTION está arquivada na biblioteca "bibfun.lib" e a PROCEDURE na biblioteca "bibpro.lib". Essas duas bibliotecas estão em duas fontes diferentes.

* Fonte sn.f

$ LIBRARY = bibfun.lib

FUNCTION sim_não

PARAMETERS texto(c)

resp = SPACE(01)

DO WHILE .T.

  MESSAGE texto BLINK

  resp = UPPER(CHR(INKEY()))

  IF resp = "S"

    RETURN(.T.)

  ELSEIF resp = "N"

    RETURN(.F.)

  ENDIF

ENDDO

* Fonte ih.f

$LIBRARY = bibpro.lib

PROC imp_hora

? "Agora são ", TIME()

RETURN

O exemplo a seguir mostra-nos a utilização do comando $LIBRARY em um programa (PROGRAM) para que seja feita a LINK-EDICÃO.

* Fonte p0.f

$ LIBRARY = (bibfun.lib,bibpro.lib)

PROG

FUNCTION sim_nao(l)

DO WHILE sim_nao("CONTINUA S/N?")

  DO imp_hora

ENDDO

Consulte

$LIBLOCK, FUNCTION, PROCEDURE e PROGRAM.

Anterior Sumário Próximo OpenBASE! o Banco de Dados inteligente. Fale conosco!